Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Empregos

Site com o objectivo de partilhar novidades e noticias sobre o emprego.

Site com o objectivo de partilhar novidades e noticias sobre o emprego.

Empregos

28
Jul12

Desempregado? Esta pode ser uma boa oportunidade para si

adm

Se está desempregado e procura novas oportunidades de formação e emprego, isto pode interessar-lhe: a Fernave vai lançar em breve o primeiro Curso de Formação Inicial de Maquinistas para o mercado em geral. Ou seja, não precisa de ter nenhuma formação prévia nesta área.

Em comunicado, a empresa explica que decidiu lançar o curso «face às alterações que se perspetivam no sector dos transportes e, em particular, que o sector ferroviário irá ter no futuro próximo».



O Curso de Formação Inicial de Maquinistas, cuja primeira edição está prevista iniciar-se em Outubro deste ano, aguarda apenas a homologação por parte da entidade reguladora, o Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres (IMTT) e «é dirigido a todas as pessoas que tenham um mínimo de 20 anos de idade, o 12º ano de escolaridade e reúnam condições de aptidão física, mental e psicológica para o exercício da função de condução de comboios».

A formação terá a duração de 9 a 10 meses, incluindo formação teórica, prática e estágio de aperfeiçoamento de condução em linha.

O processo de receção de candidaturas será lançado «em finais de agosto», altura em que serão realizadas sessões de apresentação deste curso em Lisboa, Porto e Entroncamento e para todos os que estiverem interessados. 

O senão é que «o valor da formação será integralmente suportado pelos candidatos, obtendo estes no final do curso a habilitação para o exercício da função de condução de comboios para a rede ferroviária nacional e no futuro (assim que a Diretiva Comunitária seja transposta em Portugal), para as demais redes ferroviárias da Comunidade Europeia».

«Esta é mais uma iniciativa que a Fernave pretende desenvolver no quadro das alterações que se perspetivam do modelo de governação e de gestão do sector ferroviário nacional e, também, de abrir ao mercado a possibilidade de acesso a uma profissão que até à data apenas estava disponível mediante as iniciativas próprias dos operadores de transporte ferroviários de passageiros e de mercadorias», explica em comunicado.

«Tal como já aconteceu para o sector aéreo, o sector ferroviário nacional irá sofrer uma profunda reformulação no que concerne à certificação e habilitação das competências profissionais que asseguram o seu normal funcionamento e cumprimento de requisitos regulamentares, sendo necessário preparar o mercado nacional para o eficaz cumprimento das diretivas e normativos comunitários», conclui.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Politica de privacidade

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D