Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Empregos

Site com o objectivo de partilhar novidades e noticias sobre o emprego.

Site com o objectivo de partilhar novidades e noticias sobre o emprego.

Empregos

08
Fev12

Emprego lá fora: onde estão as melhores oportunidades?

adm

São cada vez mais os portugueses que começam a equacionar a emigração para obterem uma vida melhor. O elevado desemprego e a deterioração das condições laborais em Portugal está a empurrar muitas pessoas, especialmente jovens, lá para fora. Mas onde estão as melhores oportunidades de trabalho?

Sobretudo nos países onde a economia está a crescer a bom ritmo. Na maioria dos casos, economias emergentes, como o Brasil, Angola ou Moçambique. Mas mesmo na Europa, apesar da crise, há países onde a mão-de-obra qualificada escasseia e onde os trabalhadores estrangeiros são bem-vindos.

São sobretudo os países do Norte da Europa, onde as universidades não conseguem formar as pessoas a um ritmo suficientemente rápido para responder às oportunidades criadas pelo crescimento da economia. O Instituto de Emprego e Formação Profissional identifica vários, incluindo o Reino Unido, França, Suécia, Finlândia, Noruega, Suíça, Bélgica, Holanda, e Alemanha. 

Áreas como as Tecnologias de Informação, Enfermagem; Psicologia Clínica; Construção Civil e Obras Públicas; Animação Turística e Hotelaria e Arquitectura e Engenharia são aquelas onde existem mais oportunidades.

Na vizinha Espanha, embora continuem a existir oportunidades, tem-se registado uma retracção do mercado nos últimos tempos.

Mas peguemos precisamente no caso da Alemanha. A maior economia da Europa também tem necessidade de mão-de-obra qualificada e encontra nos países do Sul, onde a crise está a causar elevado desemprego, uma boa reserva de trabalhadores. Ainda esta semana surgiu a notícia de uma cidade alemã que todos os meses tem cerca de 3 mil vagas para preencher e que está aberta a emigrantes dos países economicamente mais fracos, que queiram concorrer. 

Quem não tem problemas em abandonar, além do país, o continente, há também muitas oportunidades fora da Europa. Por exemplo, ainda hoje o «Diário Económico» noticia que o Brasil precisa de 8 milhões de profissionais qualificados, por causa do forte crescimento da economia. Comércio, distribuição, construção e call centers são as áreas que precisam de mais pessoal. 

O país precisa ainda de 100 mil engenheiros, por causa das obras de preparação do Mundial de Futebol em 2014 e dos Jogos Olímpicos em 2016.

Angola e Moçambique também apresentam muitas oportunidades nesta área, da arquitectura e engenharia. No entanto, há entraves: burocracia, dificuldade em obter vistos e, no caso do Brasil, reconhecimento de diplomas académicos pelas universidades brasileiras, que é obrigatório em todas as profissões e que pode demorar até dois anos.

Para além dos países de língua portuguesa, há outros com elevado crescimento, que também recebem mão-de-obra estrangeira, como por exemplo, alguns da região Árabe.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/e

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Politica de privacidade

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D