Açores: PS quer obrigar Governo a garantir emprego, num prazo de 50 dias, a qualquer jovem desempregado da Região

A bancada do PS na Assembleia Legislativa dos Açores vai apresentar uma proposta para obrigar o Governo a garantir emprego, ou uma alternativa formativa, para qualquer jovem desempregado da região.

A medida foi ontem anunciada por Berto Messias, líder da JS/Açores e presidente do grupo parlamentar socialista, durante um debate sobre emprego jovem, organizado pela Comissão Regional da JS, que esteve reunida na cidade da Horta.

Segundo explicou, os socialistas açorianos pretendem que este projeto de resolução “obrigue o Governo a responder com oferta de emprego, ou com alternativa formativa num prazo máximo de 50 dias, a qualquer jovem que se inscreva nos centros de Emprego dos Açores”.

Berto Messias defendeu também que os sistemas de incentivo às empresas açorianas passem a ter como factor de majoração nos apoios concedidos, a criação de postos de trabalho para jovens abaixo dos 35 anos de idade.

No seu entender, “o sistema público tem de estar preparado” para garantir os “instrumentos necessários que ajudem os jovens a aceder ao primeiro emprego e a serem, verdadeiramente, integrados no mercado de trabalho”.

Para Berto Messias, o “grande desafio” da Região, em matéria de emprego, é não apenas garantir que os jovens consigam entrar no mercado de trabalho, mas também fazer com que aqueles que estão fora da Região a qualificar-se e a estudar, “voltem para os Açores e sejam uma mais valia para o mercado laboral regional”.

O líder parlamentar socialista recordou outras propostas de fomento do emprego que o partido apresentou no Parlamento, e que foram aprovadas, que irão ajudar, na sua opinião, a minimizar o desemprego entre os jovens, sobretudo neste período de crise internacional.

A par dessas medidas, o governo regional vai também lançar o Plano Regional de Emprego 2010-2015, instrumento que esteve em discussão na reunião dos jovens socialistas açorianos, e que prevê um investimento global de 325 milhões de euros.

Nesta reunião da Comissão Regional da JS/Açores foi aprovada, por unanimidade, uma moção de solidariedade, por proposta de Berto Messias, para com os jovens desempregados que se manifestarem hoje um pouco por todo o país, sob o título de “Geração à Rasca”.

A Comissão Regional marcou ainda o X Congresso Regional da JS Açores para os dias 3, 4 e 5 de Junho e as eleições diretas do Presidente da JS Açores para 14 de Março.

fonte:http://www.correiodominho.com

publicado por adm às 22:47 | comentar | ver comentários (1) | favorito