Santander apoia 1.500 estágios em empresas

Uma bolsa mensal de 550 euros, durante três meses, para estagiar numa empresa portuguesa, em Portugal ou em outro país. Ao todo o estagiário recebe 1.650 euros. O Santander Totta vai investir 2,5 milhões de euros em 1.500 estágios nos próximos três anos.

Quem pode concorrer a estas bolsas?
Podem concorrer alunos finalistas que frequentem o último ano de licenciatura ou mestrados, ou que tenham terminado o curso, no máximo, há dois anos em qualquer instituição de ensino superior portuguesa. Podem também concorrer estrangeiros finalistas que estudem em Portugal. Já estão a decorrer cerca de 100 estágios, estando 80 em fase de preparação. Um programa inovador com esta magnitude que "exige uma enorme articulação entre os quatro intervenientes no processo (Empresa, Banco, Universidade e Estagiário).

Como concorrer?
A candidatura pode ser apresentada em www.bolsasdeestagiossantander.pt. Neste portal são anunciadas as ofertas de estágios a que se pode concorrer.

Quantas bolsas estão disponíveis?
No total serão disponibilizadas cerca de 1.500 bolsas em três anos. Neste momento já estão a decorrer cerca de 100 estágios, estando 80 em fase de preparação. Uma avaliação feita a quem já participou no programa revela elevada satisfação. Cerca de 71% ficou satisfeito com a integração na empresa e 86% "recomendariam este programa aos seus amigos", segundo informação do Santander Totta.

Qual o valor da bolsa?
O valor da bolsa é de 550 euros mensais paga ao longo de três meses, atingindo um total de 1.650 euros.

Quem paga a bolsa?
O Santander transfere o dinheiro para as instituições de ensino superior que o farão chegar às empresas. No final desta cadeia, o aluno recebe a bolsa directamente da empresa em que está a estagiar. As empresas apenas terão que pagar o seguro de trabalho que é obrigatório.

Onde será feito o estágio?
O estágio decorrerá em empresas portuguesas, especialmente PME's, "que representam a maior parte do tecido empresarial português e onde há maior escassez de recursos qualificados". Cerca de 400 empresas portuguesas já demonstraram interesse no programa. As empresas apresentaram uma candidatura especificando que tipo de formações procuram. Tem-se registado "uma notória aceleração de manifestação de interesse nos últimos meses", sublinha o banco. As empresas aderem em pt.santanderadvance.com. O bolseiro poderá estagiar numa operação no estrangeiro que esteja a ser desenvolvida por uma PME portuguesa.

Quais as áreas dos estágios?
Todas as áreas de formação são elegíveis. Tudo vai depender das necessidades que as empresas apresentarem nas candidaturas.

Há garantia de ficar na empresa no final do estágio?
Não. O contrato de estágio não obriga a empresa a assinar um contrato de trabalho no final do programa. Mas o Santander assegura que estes estágios "sejam uma mais valia para os estagiários e que proporcionem perspectivas de empregabilidade futura para o estagiário".

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 11:18 | comentar | favorito