Procura trabalho? Cruzeiros Disney recrutam em Portugal

Salários para empregados de mesa oscilam entre 1.500 e 2.300 euros. Alojamento, alimentação, viagens e seguro de saúde pagos pela empresa

A Disney Cruise Line (DCL), empresa do grupo Disney que promove cruzeiros familiares, está novamente a recrutar em Portugal. Durante este mês de outubro, a empresa aceita candidaturas para preencher as vagas na tripulação dos seus navios.

Desta vez, a Disney procura 30 funcionários para a área da restauração (empregados de mesa) e oferece contratos de seis meses com salários entre 2 mil e 3 mil dólares (1.552 e 2.328 euros). Os contratos são renováveis, e os horários de trabalho rondam as 80 a 84 horas por semana.

Os selecionados terão direito a alojamento (em cabine partilhada), alimentação e seguro de saúde, além de descontos especiais nos parques de diversão da Disney, produtos da marca, filmes, ginásio, Internet e café. A companhia oferece ainda dois bilhetes (um para viajarem até ao navio e outro para regressarem a casa), explica a empresa na sua página de recrutamento na Internet.

Se está a pensar candidatar-se, deve saber que a Disney procura pessoas a partir dos 21 anos, que saibam falar inglês fluente e tenham pelo menos dois anos de experiência nas funções às quais se candidatam. Importante também é saber que, se for escolhido, irá trabalhar nas Bahamas, onde a Disney tem uma ilha privada (Castaway Cay) e onde promove os seus cruzeiros.

Os escolhidos passam por dois dias de preparação em Orlando, Florida, e uma semana a bordo para se familiarizarem com as regras de segurança e regulamentos, acrescenta.

Os curricula vitae devem ser redigidos em inglês e enviados para cruise@internationalservices.fr. Os selecionados serão chamados para entrevistas presenciais em Lisboa, nos dias 24 e 25 de Outubro. 

A Disney Cruise Line conta com quatro navios de luxo, após ter lançado recentemente o Disney Fantasy, que se juntou ao Disney Magic, Disney Wonder e ao Disney Dream.

A empresa, que levou a cabo outra operação de recrutamento em Portugal no passado mês de junho, deverá voltar em dezembro.

Mas se esta oferta de emprego não lhe «enche as medidas», não desespere. A Alemanha também está interessada em recrutar jovens europeus, incluindo portugueses. O programa lançado ontem arranca em 2013 e paga, além de um curso de alemão, as despesas de reconhecimento de cursos e licenciaturas estrangeiras.

A Alemanha precisa sobretudo de mão-de-obra especializada, em áreas como a engenharia, informática e saúde.

Nos últimos meses, os portugueses interessados em emigrar têm inundado as empresas alemãs de candidaturas, como aVolkswagen.

E a verdade é que muitos emigrantes portugueses já nem pensam em voltar. «Nem que ganhasse o Euromilhões», dizem.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 21:53 | comentar | favorito