Desemprego com maior subida em mais de dois anos

Número de desempregados inscritos no IEFP aumentou 24,5% em Junho. Só em Janeiro de 2010, houve um crescimento homólogo mais elevado.

Em Junho, os centros de emprego contabilizavam 645.955 desempregados, o que representa uma subida de 24,5% face ao mesmo mês de 2011. É preciso recuar a Janeiro de 2010 para encontrar um aumento mais pronunciado. Em comparação mensal, os dados também apontam para uma subida de 0,7%, quando os dois meses anteriores foram marcados por descidas. Os dados, do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), foram divulgados ontem.

Para o Governo, esta evolução pode estar relacionada com medidas recentes. Ao Diário Económico, o secretário de Estado do Emprego salientou que os números podem ser "em parte explicados por uma maior adesão" dos jovens à inscrição no centro de emprego "porque sabem que medidas como as do Impulso Jovem" dependem desse registo. Pedro Martins sublinhou ainda a existência de "algumas isenções em despesas de saúde" e novas obrigações para beneficiários do Rendimento Social de Inserção (RSI). O ministro da Solidariedade e Segurança Social também referiu este ponto. "Existiam cerca de 60 mil pessoas que estavam a beneficiar do RSI, que têm idade e capacidade para o trabalho e que não estavam inscritas nos centros de emprego", salientou Mota Soares, citado pela Lusa. "Dissemos que muito provavelmente iria acontecer o fenómeno de subida do número dos desempregados inscritos", continuou.

Contas feitas, em Junho, os centros de emprego acolhiam mais 127.250 desempregados do que há um ano atrás.

fonte:http://economico.sapo.pt/n

publicado por adm às 08:25 | comentar | favorito