Centros de emprego: número de casais inscritos atinge recorde

O número de casais em que ambos os cônjuges estão registados como desempregados atingiu em abril um máximo histórico, tendo aumentado 70,6 por cento face ao período homólogo de 2011, revelou o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

Assim, segundo a informação mensal sobre o estado civil do desemprego e condição laboral do cônjuge publicada pelo (IEFP), «do total de desempregados casados ou em união de facto, 15.754 (5,1 por cento) têm também registo de que o seu cônjuge está igualmente inscrito como desempregado no Centro de Emprego».

Desta forma, em abril deste ano, o número de casais em que ambos estão registados como desempregados foi de 7.877, ou seja, mais 70,6 por cento do que em abril do ano passado e mais 4,3 por cento do que em março, escreve a Lusa.

«Desde julho de 2011 que se regista um aumento em cadeia do número de desempregados em que ambos os cônjuges estão desempregados, tendo-se registado em abril de 2012 o número mais elevado desde que esta informação é recolhida», diz o IEFP.

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego no país e ilhas registou em abril um aumento de 21 por cento face ao mês homólogo do ano anterior, indicou o IEFP na semana passada.

No final do mês de abril, estavam inscritos nos centros de emprego do continente e regiões autónomas, 655.898 desempregados - mais 113.924 desempregados inscritos do que em abril de 2011 - representando 83,6 por cento de um total de 784.292 pedidos de emprego.

Deste total, 291.544 são casados, num subida de 14,1% em relação a abril do ano passado, mas uma quebra de 1,6 por cento em termos dos valores em cadeia.

Os solteiros registados como desempregados nos centros de emprego também aumentaram, em 25,6% face a abril de 2011, registando, igualmente, uma ligeira quebra de 0,7% em relação ao mês de março.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt

publicado por adm às 22:23 | comentar | favorito