Noruega procura engenheiros

As vagas são para trabalhar no sector do petróleo e é necessário dominar o inglês.

A Noruega está a oferecer oportunidades de emprego para engenheiros de mais de 20 áreas, que passam por mecânica, hidráulica, desenho mecânico, tecnologia marinha, cibernética, entre muitas outras. As vagas são para trabalhar no sector petrolífero ‘'onshore' e ‘offshore'.

As empresas norueguesas procuram engenheiros diplomados com alguma experiência, muito bom domínio do inglês falado e escrito, que será a língua de trabalho. Ainda assim, os candidatos devem estar disponíveis para aprender também o norueguês.

A quem for seleccionado, as empresas prometem boas condições de trabalho, contrato a prazo ou contrato de projecto e oportunidades de desenvolvimento de carreira.

Quem estiver interessado em concorrer, deve registar o seu currículo na base de dados da Noruega do Eures, o portal europeu de emprego.

As empresas pedem aos candidatos que detalhem os seus dados e disponibilizem o contacto de uma ou duas pessoas que possam dar referências suas e que, obviamente, falem inglês. Os empregadores na Noruega não costumam pedir cartas de recomendação, porque preferem contactar eles as pessoas indicadas para darem referências do candidato. É um passo importante do recrutamento neste país escandinavo.

Os seleccionados serão posteriormente contactados directamente pela empresa, habitualmente por telefone, e deverão ter de se deslocar ao país para a entrevista presencial.

Caso queira candidatar-se a um destes lugares, pode ler toda a informação no site do Eures sobre este recrutamento. Pode também ler sobre como é trabalhar e viver na Noruega, como funciona o mercado de trabalho neste país e até sobre o que pode esperar de uma entrevista de emprego por lá.

O site do Eures informa ainda que novas actividades de recrutamento da Noruega em Portugal terão lugar no próximo mês de Maio. Os interessados em receber mais informações sobre os eventos organizados em Portugal regularmente devem enviar o currículo para o endereço eures-norway@iefp.pt.

Noruega
Apesar de ter rejeitado a adesão à União Europeia em dois referendos, a Noruega mantém laços estreitos com a UE. É um dos países fundadores da NATO e da ONU, que se mantém como monarquia constitucional. Este país escandinavo é associado aos povos vikings e foi um rei viking que unificou a nação num só reino: Haroldo Cabelo Belo.

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 23:22 | comentar | favorito
tags: