Centro de emprego: número de casais inscritos sobe 61,4%

O número de desempregados que têm o cônjuge inscrito num centro de emprego aumentou 61,4 por cento em março, para um total de 15.098 pessoas, de acordo com os dados do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

Assim, o número de casais em que ambos os cônjuges estão registados como desempregados foi, no final de março de 2012, de 7.549, mais 61,4 por cento do que o registado no mesmo mês de 2011, com mais 2.873 casais inscritos. Numa comparação com fevereiro, o IEFP registou um aumento de 5 por cento, o que representa mais 357 casais inscritos em março.

Desde julho de 2011 que se regista um aumento em cadeia do número de desempregados em que ambos os cônjuges estão sem emprego, tendo-se registado em março deste ano o número mais elevado desde que esta informação é recolhida (outubro de 2010), segundo o IEFP.

De acordo com os dados divulgados esta segunda-feira pelo IEFP sobre o estado civil dos desempregados e condição laboral do cônjuge, o desemprego registado nos centros de emprego do Continente aumentou 19,3 por cento face ao período homólogo e 2,1 por cento face ao mês anterior. 

Relativamente aos desempregados casados ou em situação de união de facto, o aumento anual atingiu os 17 por cento, ou seja, mais 45.402 desempregados inscritos, sendo este aumento mais acentuado nas uniões de facto, com um aumento de 8.993 inscritos, o que equivale a uma subida de 129,7 por cento.

Já a variação mensal registou uma subida de 1,8 por cento, o que se traduz em mais 5.490 inscritos casados ou em situação de união de facto.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 23:06 | comentar | favorito