Evite sete erros fatais ao procurar trabalho na internet

Não cuidar da imagem, entregar um currículo incompleto ou descuidar a abordagem offline são alguns dos erros cometidos por quem procura trabalho.

A procura de emprego ou de novo emprego requer o máximo de atenção e de preparação. O Expansíon compilou sete dos maiores erros que os profissionais cometem quando procuram trabalho através da internet.

1 – Perfil incompleto 
O seu perfil nas redes sociais profissionais e nos sites de emprego deve estar preenchido a 100%, tal como a sua versão em papel. As empresas não perdoam que este esteja incompleto e que os campos dos perfis estejam preenchidos como se fossem um telegrama. Um perfil incompleto só revela uma coisa sobre si: desinteresse. O que levar a um só resultado: ser riscado da lista imediatamente.

2 – Participar só por participar em processos de selecção
A rapidez dos dedos permite que se candidate a todas as ofertas que encontra mas este caminho não é o correcto. Só se deve candidatar às que se encaixam no seu perfil. Candidatar-se a ofertas de trabalho cujos requisitos não cumpra é um dos grandes erros.

3 – Não cuidar da sua imagem na internet
Quando uma empresa lhe interessa, a primeira coisa que faz é pesquisar por ela no Google, mas atenção: as empresas fazem o mesmo consigo. Cuide da sua reputação online, tenha cuidado com o que partilhe, com o que comenta, onde comenta, as fotos em que aparece ou os seus tweets e retweets.

Reveja a sua configuração de privacidade regularmente nas redes sociais em que está inscrito. É recomendável que só os seus amigos tenham acesso à sua informação pessoal.

4 – Não ser activo
Estar registado em todas os sites de emprego e nas redes sociais profissionais, ter um bom currículo, ter o perfil completo e ter acrescentado a sua melhor foto é um bom principio, mas estes são só os primeiros passos.

Se quer um novo emprego, tem que encarar a sua procura como um segundo trabalho, com uma dedicação religioso. Consulte as ofertas de emprego diariamente, para conhecer em detalhe as oportunidades que existem, em que empresas e em que sectores.

Adapte o seu perfil às necessidades do mercado, faça workshops e formações regularmente para se manter a par das novidades e interaja com as empresas.

5 – Aceitar contactos desconhecidos
Para a procura de emprego é essencial utilizar a rede de contactos, que podem informar-te das oportunidades profissionais e recomendá-lo internamente nas empresas em que trabalham. Cultive a sua rede de contactos, mas somente com contactos reais, ou seja, aquelas pessoas que podem falar de si e que o conhecem pessoalmente e profissionalmente.

6 – Não aproveitar as oportunidades oferecidas por um currículo online
Aproveite as oportunidades de espaço oferecidas por um currículo virtual para contar mais sobre si. Quanto mais informação tiver o seu perfil, mais oportunidades tem para ser encontrado pelas empresas.

7 – Descartar o real, o offline
A probabilidade de conseguir um novo emprego pela internet cresce cada vez mais todos os dias, mas apesar disso não deve descartar a procura de trabalho no mundo real. Fale com os seus amigos e familiares e avise que procura emprego e consulte os anúncios nos jornais, pode ser que não surja uma oportunidade imediatamente mas toda a ajuda e todas as formas de procurar emprego são importantes.

fonte:http://www.dinheirovivo.pt/

publicado por adm às 00:19 | comentar | favorito