Empresas públicas contratam 22 mil pessoas

O sector empresarial do Estado contratou, entre 2008 e 2010, cerca de 22 mil pessoas, atingindo os 173 mil trabalhadores, avança o «Correio da Manhã». Em contrapartida, a administração central perdeu 21 mil trabalhadores, entre 2008 e o início de 2011, de acordo com o Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE), liderado por Bettencourt Picanço. 

A diferença entre os dois sectores foi ontem sublinhada numa carta enviada, pelo STE, ao Governo, onde é questionado o facto de o Executivo centrar-se, unicamente, «na administração central, cujo número de trabalhadores continua a descer sem qualquer controlo do Sector Empresarial do Estado (SEE), que continua a crescer».

O acréscimo no número de trabalhadores no SEE prende-se com «as admissões nos hospitais empresarializados, onde as remunerações são geridas a gosto».

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 20:53 | comentar | favorito