Mulheres ganham menos 18% do que os homens

As mulheres portuguesas ganham em médiamenos 18 por cento que os homens (181 euros), apesar de a sua participação no mercado de trabalho ter aumentado nos últimos anos.

De acordo com um estudo da CGTP sobre a desigualdade entre homens e mulheres no trabalho, a taxa de atividade feminina é de 56 por cento, menos 11,9 pontos percentuais do que a taxa de atividade masculina, que é de 67,9 por cento.

O estudo, elaborado com base em dados do INE -- Instituto Nacional de Estatística, refere que em Portugal as mulheres representam 47,3 por cento da população ativa e 47 por cento do emprego total.

No entanto, a remuneração base média mensal dos homens (1.003,7 euros) era no ano passado superior em 18 por cento à das mulheres (822,7 euros).

Há mais mulheres a receberem o Salário Mínimo 

 

Se o referencial for o ganho médio mensal e não apenas o salário base, então a diferença ainda é maior, de 21,6 por cento.

O setor da saúde e do apoio social é aquele onde a diferença salarial é maior (33,5 por cento). Em média os homens ganham 1.202,05 euros e as mulheres 798,91 euros (menos 403,14 euros).

A diferença é menor no setor do comércio. Os homens ganham em média 1.122,03 euros por mês, enquanto as mulheres ganham 910,29 euros, o que corresponde a menos 19 por cento (211,74 euros).

São também as mulheres que representam a maioria dos trabalhadores que auferem o Salário Mínimo Nacional - 12,3 por cento, enquanto para os homens essa percentagem é de 5,9 por cento.

As diferenças salariais repercutem-se depois nas pensões de reforma pois as das mulheres são pouco mais de metade das dos homens.

fonte:http://aeiou.expresso.pt/

publicado por adm às 20:16 | comentar | favorito