IVA: sector alimentar pode perder 40 mil empregos

É um alerta que chega do sector alimentar. Se o IVA sobre os bens alimentares aumentar de 6% e 11% para 23%, 40 mil pessoas podem perder o emprego. A Federação das Indústrias Agro-Alimentares acredita que muitas empresas vão optar por mudar de país. 

O sector já fez chegar as suas preocupações ao Governo, alertando precisamente para o risco de deslocalização das empresas, para a perdas da competitividade fiscal face a Espanha e da transferência do consumo de marcas de fabricante para marcas de distribuição. A tudo isto, adianta, acresce o aumento do preço das matérias-primas.

A indústria agro-alimentar representa 4% do Produto Interno Bruto nacional e sustenta 17% do emprego no país. 

Quanto às exportações, estão acima da média nacional. Se o IVA aumentar, o preço do cabaz de compras dos portugueses aumentará 13%. 

Para os industriais, o resultado é evidente: menos compras e mais aquisição de produtos importados. 

fonte:http://www.tvi24.iol.pt/

publicado por adm às 22:15 | comentar | favorito