Seu emprego pode estar nas redes sociais

Sites são usados na seleção de pessoal; exposição favorável no LinkedIn e Facebook é cada vez mais essencial

Quem anda à procura de emprego novo pode recorrer às redes sociais para aumentar as chances de recolocação no mercado com mais facilidade. 

Um número crescente de empresas e de pessoas usa esses sites para divulgar vagas em aberto e para atrair potenciais candidatos. Entre as redes sociais, o LinkedIn representa um dos ambientes mais eficientes para quem busca uma vaga. O que se justifica pela própria origem do site, que é voltado, basicamente, a questões profissionais. 

O site já tem 3 milhões de usuários no Brasil, e, só no ano passado, a procura por ele cresceu 428%. 

Mesmo redes voltadas às horas de lazer, como o Facebook e o Orkut, já são monitoradas por consultorias e empresas em busca de candidatos. 

Cuidados 

Por isso, segundo especialistas, os candidatos devem tomar cuidado com o que colocam na web, pois as informações são públicas, e, dependendo do que é encontrado nos sites, as pessoas podem ser descartadas da seleção. 

Segundo disse ao jornal O Estado de S. Paulo Marcelo Cuellar, responsável pela divisão de RH da consultoria Michael Page, é preciso usar as redes sociais de forma pragmática: quando alguém aceita um colega de trabalho ou um cliente como "amigo" no Facebook, o uso não é somente pessoal. 

Segundo pesquisa publicada pela revista britânica HR Magazine,55% dos recrutadores hoje usam o Facebook como fonte para checar dados de candidatos. 

Mas, na hora da busca por talentos, o LinkedIn é a ferramenta predileta dos recrutadores - segundo a revista, 78% das empresas de seleção usaram essa rede social no ano passado. 

Essas ferramentas permitem que a empresa faça uma pré-avaliação do candidato antes da entrevista pessoal. 

Para ficar bem exposto, não basta, porém, somente aderir aos sites: o profissional deve ter iniciativa, trocar informações, conhecer pessoas e divulgar conhecimento.
fonte:http://www.destakjornal.com.br/
publicado por adm às 23:10 | comentar | favorito