28
Out 12
28
Out 12

Conheça os países que procuram enfermeiros em Portugal

Os candidatos deverão ter alguma experiência profissional e saber falar outra língua.

Os enfermeiros que queiram trabalhar noutro país têm neste momento oportunidade de o fazer na Alemanha, na Suíça e, no caso de quererem viver uma aventura maior, na Arábia Saudita. No geral, precisam de ter alguma experiência, mesmo que de poucos anos, e conhecimento de outras línguas.

Se quer lançar-se num mundo novo, saiba que a Arábia Saudita está à procura de enfermeiros em Portugal para todas as áreas hospitalares, com alguma experiência profissional, de pelo menos três anos, e um bom nível de inglês.

A oferta fala em "bons salários", sem especificar o montante, alojamento gratuito, três refeições pagas e pacotes de viagens pagos para o país de origem. Além disso, os interessados podem ainda contar com seguro de saúde e 46 dias de férias.

A Best Personnel é a empresa que está a fazer o recrutamento em Portugal, dando preferência a candidatos com capacidade de planeamento e organização, boas capacidades de comunicação e com residência e situação regularizada na União Europeia.

Para os interessados, o currículo em inglês - em formato Word e com foto com a referência Arábia Saudita - deve ser enviado para a Best Personnel.

Também a Alemanha procura enfermeiros, com e sem experiência, através do The International Placement Service (ZAV), o departamento da Agência Federal de Emprego alemã. O anúncio está no portal Eures e procura ainda outros profissionais de saúde para hospitais públicos e privados e clínicas.

Além do diploma, a agência alemã de emprego exige bons conhecimentos de inglês (falado e escrito) e dá preferência a quem saiba falar alguma coisa de alemão ou pelo menos mostre disponibilidade em começar a aprender, já que muitos empregadores pagam o curso de alemão.

A oferta de emprego refere que haverá um período de "integração" como assistente de enfermagem para avaliar a competência do candidato e os progressos feitos na língua alemã. A ZAV compromete-se ainda a ajudar na procura de casa. Os interessados devem enviar o currículo em inglês ou alemão para o Eures, o portal europeu da mobilidade que, em Portugal, está associado ao IEFP.

A Suíça, através da Europe Emploi - Capital Humain procura, também no Eures, enfermeiros com especialização em obstetrícia /neonatologia, cirurgia (instrumentistas e anestesistas), medicina geral e geriatria para trabalharem em hospitais, clínicas e lares de terceira idade. Precisam de ter alguma experiência, de pelo menos dois anos, e um bom nível oral de francês. Para quem se queira candidatar está tudo explicado no portal Eures para onde deve ser enviado o currículo. O salário indicativo referido vai dos 48 mil aos 83 mil euros anuais.

Trabalho publicado na edição de 15 de Outubro de 2012 do Diário Económico

 

publicado por adm às 19:44 | comentar | favorito
18
Out 12
18
Out 12

Aqui há estágios para seis mil jovens

O secretário de Estado da Agricultura anunciou na última noite que seis mil jovens da área da agricultura vão ter estágios profissionais remunerados durante seis meses.

«São estágios para jovens com entre 18 e 35 anos», disse José Diogo Albuquerque, citado numa nota enviada pelo Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território (MAMAOT), sublinhando o facto de «pela primeira vez, esta medida se aplicar na agricultura», escreve a Lusa.

Segundo o documento, «os jovens vão receber entre cerca de 420 e 691 euros, em função do grau académico que tiverem, e vão receber formação profissional, através das Organizações de Agricultores e das empresas agrícolas, para o exercício de funções no setor agrícola».

«As empresas receberão um prémio de integração desde que, no final, decidam contratar o formando», indicou ainda o secretário de Estado.

Esta medida representa «um investimento da ordem dos 20 milhões de euros, financiado pelo Fundo Social Europeu, e faz parte do Programa Impulso Jovem que prevê um investimento de 344 milhões de euros para um universo de 90 mil formandos¿, lê-se na nota do MAMAOT.

O responsável sublinhou o facto de «o setor agrícola estar muito dinâmico e a atrair um número crescente de jovens agricultores».

De acordo com dados fornecidos pela tutela, no último ano, 200 jovens por mês apresentaram candidaturas ao apoio ao investimento e, de acordo com José Diogo Albuquerque, «as exportações do setor cresceram, nos últimos dez anos, cerca de 6,2 por cento, contra os quatro por cento da média da economia».

«Os apoios mais regulares, a linha de crédito para o investimento de 150 milhões de euros anunciada esta semana e o esforço para ter uma cadeia alimentar mais equilibrada, são fatores que podem ajudar a reforçar este dinamismo», concluiu o secretário de Estado da Agricultura.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 22:16 | comentar | favorito
09
Out 12
09
Out 12

Ofertas de emprego para diplomados com remuneração média de 715 euros líquidos por mês

As mais de 3517 ofertas que deram entrada este ano no Instituto do Emprego e Formação Profissional para diplomados preveem um salário base médio de 906,65 euros brutos, ou seja, pouco mais de 715 euros líquidos.

 

O presidente do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), Octávio Oliveira, admitiu, em entrevista ao Diário de Notícias, que “o mercado de emprego está sobretudo desequilibrado no segmento dos mais jovens. E aqui há mais procura que ofertas e, naturalmente, quando assim é, o salário tende a ser mais baixo”.

O salário médio para os diplomados “não é o que gostaríamos que fosse”, assume o Presidente do IEFP, mas “é preciso ter em conta que este desequilíbrio resulta de vários anos – demasiados – de desajustamento das qualificações superiores face às necessidades dos mercados, das empresas”, conclui.

Octávio Oliveira acrescentou ainda que “há um excesso de formados nas sociologias, comunicação social, antropologias, História” e também “de grupos como enfermeiros biólogos, gestores de empresas, engenheiros civis”.

As ofertas do IEFP representam apenas uma parte das ofertas de emprego existentes na economia, mas aqui é possível encontrar os extremos, desde as propostas mais e menos aliciantes, diz o Presidente o IEFP.

Entre as piores ofertas, referidas pelo Diário de Notícias, está a de um cargo de arquiteto na freguesia de Benfica, em Lisboa, publicada no site netemprego.gov.pt, onde se oferecem 485 euros de salário bruto, mais 6 euros em subsídio de refeição e comissões a combinar por um contrato de três meses. Esta proposta, que inclui trabalhar de segunda a sábado de manhã, está a ser apresentada por escrito nos centros de emprego aos candidatos que se apresentam obrigatoriamente de quinze em quinze dias.

No outro extremo, uma empresa em Lisboa oferece 2634 euros brutos por um cargo de engenheiro de minas, mais subsídio de alimentação e seguro de saúde para um contrato sem termo.

fonte:

publicado por adm às 13:45 | comentar | favorito
07
Out 12
07
Out 12

Onde encontro os concursos públicos a decorrer nas instituições e organismos da União Europeia?

A contratação pública é o procedimento que permite às autoridades públicas adquirir bens e serviços, bem como encomendar a execução de obras. Estes contratos constituem uma parte significativa do mercado da UE, correspondendo a cerca de 18% do seu produto interno bruto (PIB).

A legislação europeia e as legislações nacionais abriram os mercados de contratos públicos a uma concorrência leal. Contudo, a percentagem de contratos públicos atribuídos a empresas de outros países da UE (em particular pequenas e médias empresas - PME) é ainda baixa.

Aproveite as oportunidades que as instituições da UE proporcionam e dê à sua empresa uma escala europeia. Consulte o sítio Internet «Oportunidades de negócio na União Europeia»  e encontre concursos a decorrer nas instituições da União Europeia, incluindo os abaixo de 60.000 EUR.

Procure por setor de atividade, por tipo de procedimento, por tipo de concurso e/ou por tipo de contrato. Saiba como concorrer e aceda aos links úteis. Pode encontrar informação mais geral sobre os concursos públicos no sítio Web da Comissão Europeia.

Para saber mais:
A sua Europa: Apoio às empresas

 

fonte:http://www.dinheirovivo.pt/

publicado por adm às 10:46 | comentar | favorito
02
Out 12
02
Out 12

Procura trabalho? Cruzeiros Disney recrutam em Portugal

Salários para empregados de mesa oscilam entre 1.500 e 2.300 euros. Alojamento, alimentação, viagens e seguro de saúde pagos pela empresa

A Disney Cruise Line (DCL), empresa do grupo Disney que promove cruzeiros familiares, está novamente a recrutar em Portugal. Durante este mês de outubro, a empresa aceita candidaturas para preencher as vagas na tripulação dos seus navios.

Desta vez, a Disney procura 30 funcionários para a área da restauração (empregados de mesa) e oferece contratos de seis meses com salários entre 2 mil e 3 mil dólares (1.552 e 2.328 euros). Os contratos são renováveis, e os horários de trabalho rondam as 80 a 84 horas por semana.

Os selecionados terão direito a alojamento (em cabine partilhada), alimentação e seguro de saúde, além de descontos especiais nos parques de diversão da Disney, produtos da marca, filmes, ginásio, Internet e café. A companhia oferece ainda dois bilhetes (um para viajarem até ao navio e outro para regressarem a casa), explica a empresa na sua página de recrutamento na Internet.

Se está a pensar candidatar-se, deve saber que a Disney procura pessoas a partir dos 21 anos, que saibam falar inglês fluente e tenham pelo menos dois anos de experiência nas funções às quais se candidatam. Importante também é saber que, se for escolhido, irá trabalhar nas Bahamas, onde a Disney tem uma ilha privada (Castaway Cay) e onde promove os seus cruzeiros.

Os escolhidos passam por dois dias de preparação em Orlando, Florida, e uma semana a bordo para se familiarizarem com as regras de segurança e regulamentos, acrescenta.

Os curricula vitae devem ser redigidos em inglês e enviados para cruise@internationalservices.fr. Os selecionados serão chamados para entrevistas presenciais em Lisboa, nos dias 24 e 25 de Outubro. 

A Disney Cruise Line conta com quatro navios de luxo, após ter lançado recentemente o Disney Fantasy, que se juntou ao Disney Magic, Disney Wonder e ao Disney Dream.

A empresa, que levou a cabo outra operação de recrutamento em Portugal no passado mês de junho, deverá voltar em dezembro.

Mas se esta oferta de emprego não lhe «enche as medidas», não desespere. A Alemanha também está interessada em recrutar jovens europeus, incluindo portugueses. O programa lançado ontem arranca em 2013 e paga, além de um curso de alemão, as despesas de reconhecimento de cursos e licenciaturas estrangeiras.

A Alemanha precisa sobretudo de mão-de-obra especializada, em áreas como a engenharia, informática e saúde.

Nos últimos meses, os portugueses interessados em emigrar têm inundado as empresas alemãs de candidaturas, como aVolkswagen.

E a verdade é que muitos emigrantes portugueses já nem pensam em voltar. «Nem que ganhasse o Euromilhões», dizem.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 21:53 | comentar | favorito