Subsídio de desemprego progressivo é «opção política»

Progressividade do subsídio de desemprego é uma das soluções que podem ser estudadas, disse o presidente do Instituto de Segurança Social

 

O presidente do Instituto de Segurança Social (ISS), Edmundo Martinho, disse esta segunda-feira que a progressividade do subsídio de desemprego é uma das soluções que podem ser estudadas, mas que a opção terá sempre de ser política.

«Das alterações que podem ser feitas ao subsídio de desemprego, uma delas passa pela redução dos montantes. 

Esta é sempre uma das alternativas que está sempre em cima da mesa se o Governo decidir promover alterações do regime do subsídio de desemprego», disse o presidente do Instituto da Segurança Social, Edmundo Martinho, em declarações à agência Lusa.

No entanto, o responsável lembrou que será sempre «uma decisão política» a redução gradual da prestação do subsídio de desemprego à medida que o tempo de concessão do subsídio também vai diminuindo. 

«O que defendo é que temos de manter a todo o custo a capacidade de o subsídio de desemprego ser uma protecção adequada e segura para os trabalhadores que ficam sem trabalho», frisou.

Na conferência «Novas vestes da União Europeia», hoje organizada pelo Instituto de Direito Económico, Financeiro e Fiscal na Faculdade de Direito de Lisboa, o presidente do ISS afirmou que ficou «desiludido» com as posições do Conselho Europeu de 24 e 25 de Março sobre direitos sociais, ou melhor, «o que ficou por dizer».

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt

publicado por adm às 22:59 | comentar | favorito