Distribuição criou 5 mil empregos com hipers abertos ao domingo

As empresas de distribuição criaram em Portugal 5.017 postos de trabalho em 2010, mais 6% do que no ano anterior.

A Associação Portuguesa das Empresas de Distribuição (APED) contabilizou que a abertura aos domingos criou 3.576 novos empregos, um número que inclui as lojas novas que foram surgindo e o alargamento dos horários das grandes superfícies. Esta contabilização foi feita na comparação entre os postos de trabalho de 92% dos associados da APED em Fevereiro de 2010 e em Fevereiro de 2011.

Num encontro com jornalistas, o presidente da APED, Luís Reis, sublinhou que destes mais de 3.500 novos postos de trabalho entra "a abertura de novas lojas mas outra parte, cerca de 60% a 70% resulta das aberturas aos domingos à tarde". Mais, a abertura aos domingos e feriados à tarde não provocou apenas a criação de postos de trabalho directos e líquidos, mas também a diminuição de postos de trabalho em ‘part-time'. Uma opção feita pela Ikea, Decathlon, Sonae, El Corte Inglés, e outros associados que preferiram manter os mesmos trabalhadores que já tinham formação. Assim, a percentagem de trabalhadores do comércio em ‘part-time' em Portugal passou de 12% ou 13% para 7% em 2010.

Luís Reis referiu ainda ao Económico que esta opção foi mais preferida pela distribuição não alimentar, onde é preciso dar "um atendimento mais técnico e especializado".

Além disso, o presidente da AEPD reforçou que o trabalho criado pelo sector da distribuição está "em linha com a média nacional: 70% dos trabalhadores da distribuição tem contratos de trabalho sem termo".

fonte:http://economico.sapo.pt/

 

publicado por adm às 23:08 | comentar | favorito