Maiores de 45 têm nova ferramenta para encontrar emprego

“Eu tenho tudo para dar”. Este podia muito bem ser o título de um novo trabalho de Luís Represas, embaixador e padrinho desta nova iniciativa da Cáritas Portuguesa, uma plataforma de emprego para maiores de 45 anos. Para o músico, é fundamental alertar consciências e a música já deu provas de que é capaz de o fazer. 

“Se as músicas podem trazer mais ânimo, alertar consciências, e são inúmeros os exemplos, pode ser que sim, que aconteça”, considera o embaixador. 

Nesta plataforma de emprego para maiores de 45 anos, quem procura trabalho pode colocar as suas competências, ao mesmo tempo que potenciais empregadores se podem socorrer desta ferramenta para procurar pessoas que correspondam às suas necessidades. Um instrumento útil numa altura em que a falta de emprego afecta uma grande parte dos portugueses. 

“Todos os problemas que vêm até à Cáritas para que ajudemos a resolver têm sempre na base a baixa de rendimentos, nalguns casos com a falta de rendimentos que tem que ver com o desemprego e, portanto, estamos a falar de um flagelo que é preciso encarar de frente”, alerta o presidente da Cáritas. 

Eugénio da Fonseca diz ainda esperar que “o Governo olhe mais numa perspectiva do crescimento e investimento económico e não tanto, como até aqui, nas questões ligadas à austeridade porque as consequências têm sido estas”. 

O presidente da Caritas Portuguesa premiou ainda, na cerimónia de apresentação da plataforma, o grupo de seis investigadores da Universidade do Porto, liderado por Marco Montalto. 

A plataforma de emprego para maiores de 45 anos, chamada de “Rede de Competências Cáritas” vai estar em funcionamento em Novembro e já existe uma centena de empresas interessadas em participar no projecto. 

fonte:http://rr.sapo.pt/in

publicado por adm às 22:41 | comentar | favorito